segunda-feira, 28 de novembro de 2011

As fotos do almoço de 12 de Novembro de 2011

Não tivemos fotógrafo oficial.
Muitos fizeram as suas próprias fotografias. Concluído o almoço pedimos, a Comissão de Recepção, a quatro dos convivas que nos enviassem as suas fotos para as publicarmos no blogue. Iremos divulgá-las nos próximos dias.
As nossas desculpas se algumas estão em contra-luz e nem sempre bem focadas, mas decidimos editá-las já que mostram expressões e sentimentos que ultrapassam a qualidade fotográfica.
Os nossos agradecimentos à Catarina Roseta, Maria Antónia Pedroso de Lima, Teresa Trigo de Sousa e Valter Vinagre.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Resumo de imprensa

Almada, 12 nov (Lusa) - Cerca de 300 pessoas marcaram hoje presença no almoço que assinalou os 30 anos da extinção do Movimento Esquerda Socialista (MES), num encontro em que marcaram presença nomes como Jorge Sampaio ou Ferro Rodrigues.
O antigo secretário-geral socialista Eduardo Ferro Rodrigues, um dos fundadores do MES, afirmou à Lusa que este foi um "almoço de velhos amigos e conhecidos", sem objetivos políticos.
"É sempre bom encontrar pessoas das várias gerações e cisões do MES, num almoço que não tem objetivos políticos, apenas de confraternização. É um momento de emoção pois encontramos pessoas que não víamos há muito tempo e é sempre bom encontrarmo-nos com alegria, apesar de todas as dificuldades", disse em declarações à Lusa.
Ferro Rodrigues recusou fazer comentários sobre a atual situação do país e referiu que apenas se vai pronunciar sobre o Orçamento do Estado, que foi aprovado na generalidade com a abstenção do PS, depois da sua aprovação global.
O antigo Presidente da República Jorge Sampaio também marcou presença no almoço, mas recusou prestar declarações à imprensa, afirmando que vinha apenas a um "encontro de amigos".
Eduardo Graça, um dos promotores da iniciativa, destacou a presença de Jorge Sampaio, referindo que esta é a primeira vez em que estão reunidos todos os que subscreveram a moção do primeiro congresso do MES, em 1974, que acabou chumbada.
"Penso que é a primeira vez que estão reunidos todos os subscritores da moção apresentada no primeiro congresso, com exceção de Armando Trigo Abreu, que foi chumbada pela maioria e que originou a saída do chamado grupo de Jorge Sampaio", explicou.
Entre os presentes hoje na Costa da Caparica estiveram também Alberto Martins, Vieira da Silva e João Cravinho, antigos ministros de governos socialistas, bem como o embaixador de Portugal em Paris, Francisco Seixas da Costa.
"É uma comemoração geracional, de pessoas que a partir de certa altura tiveram percursos diferentes de vida e mesmo dentro da política. Fizemos este jantar há 30 anos, quando o MES acabou, e venho de Paris de propósito para este almoço, onde não existem discursos, apenas abraços", disse Francisco Seixas da Costa.
O MES, que nasceu em 1974, logo a sair à Revolução dos Cravos, integrou sindicalistas, líderes e membros do associativismo académico e diversos intelectuais que tinham sido opositores à ditadura.
A Declaração do Movimento de Esquerda Socialista - M.E.S, que anunciou o partido, foi subscrita por Agostinho Roseta, Augusto Mateus, Jorge Sampaio, José Manuel Galvão Teles, Ferro Rodrigues e Nuno Teotónio Pereira, entre outros.
Jorge Sampaio fez parte, porém, de um conjunto de pessoas que abandonou o grupo logo no congresso fundador.
O movimento concorreu às eleições para a Assembleia Constituinte, em 1975, e para a primeira Assembleia da República, em 1976. Nas primeiras conseguiu 57 695 votos (1% de votos) e, nas segundas, 31.332 votos (0,57%).

E ainda :

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

terça-feira, 15 de novembro de 2011

AGRADECIMENTO

A todas e todos, que marcaram presença no almoço/convívio de celebração dos 30 anos da extinção do MES, os nossos agradecimentos. Foi muito agradável rever os rostos que, com mais ou menos nitidez, nos ficaram na memória de um tempo que marcou as nossas vidas.
Não quisemos mais do que ser fiéis ao espírito do puro encontro, sem pompa, mas com dignidade, sem discursos, mas com abraços, sem vénias, mas com sorrisos, nostálgicos por vezes, mas autênticos, reavivando memórias que, por um momento, se fizeram presentes.
Aos que puderam vir de longe, da África à Ásia, do Norte ao Sul de Portugal, da Europa às Américas, de muitos lugares distantes, antecipando regressos ou adiando compromissos, deixamos uma saudação especial em nome de todas e todos, que responderam presente aceitando confrontar a resignação do esquecimento, partilhando, de forma subtil, o reencontro, apesar dos desencontros do passado.
Este foi um encontro em que estiveram representadas todas as gerações e sensibilidades, que construíram e partilharam a curta, mas intensa, experiência do MES. Um encontro irrepetível de discreta reconciliação entre todas e todos, que antes, ou depois, da formalização do MES algum dia cumpriram uma tarefa, participaram num debate, formularam uma proposta, rejeitaram uma decisão, suportaram uma injustiça, entrando ou batendo com a porta.
Lembramos os ausentes, que tendo partido para sempre, estão presentes na memória e no coração de cada um de nós, cujos nomes não citamos para não cometermos a injustiça do esquecimento de alguns. Saudamos os que não puderam estar presentes, contra a sua vontade, entre os quais ousamos referir os nomes do Nuno Teotónio Pereira, do Jerónimo Franco, do Marcelo Ribeiro e do João Mário Anjos. Que vivam !
Os agradecimentos finais são para os jovens e, na pessoa, do Raul Pinheiro Henriques, para todos os voluntários que nos ajudaram na organização do evento, extensivos ao pessoal do INATEL.
Vamos fazer o inevitável e necessário balanço, distribuir-vos, a propósito do almoço fotografias e textos que nos pareçam interessantes, convictos de que, através deste simples encontro, demos um contributo para uma sociedade mais justa, solidária e fraterna.

Lisboa, 14 de Novembro de 2011

A Comissão de Recepção
António Pais
Eduardo Graça
Filomena Aguilar
Helena Caniço
Inês Cordovil

Os participantes no almoço de dia 12 de Novembro de 2011

A
Adelaide de Jesus
Aires da Costa
Albano Varela e Silva
Albertina Bustorff
Alberto Martins
Alberto Valente
Alexandre Abrantes
Alexandre Barroso
Alexandre Pinto Monteiro

Américo Madeira Bárbara
Ana Alice Nobre
Ana Carla Grosso Santos
Ana Catarina Margalha Miranda
Ana Cordovil
Ana Fraga
Ana Margarida Meneses
Ana Maria Gaspar
Ana Mendonça
Ana Pato
Ana Pinho

Ana Pires
André Garrido
Ângela Maria Costa
António A. Costa
António Adérito Araújo
António Branco
António Cavalheiro Dias
António Cortes Simões
António Curto
António Girão
António Goulão
António Luís Neto
António Marques
António Pais
António Robalo
António Romão
António Santos Júnior
Artur Lami
Artur Valentim
B
Bela Pereira Martins
C
Carlos Barata Correia
Carlos Figueiredo
Carlos Gouveia Pinto (Cagé)
Carlos Vargas
Carlos Vitorino
Catarina Clemente
Catarina Roseta
Clara Pires
Conceição Martins
Constantino Ferreira
Cristina Ganhão
D
Diogo Ramalheira
Diomar Santos
Dionísia Martins
E
Edilberto Moço
Edmundo Martinho
Eduardo Allen
Eduardo Ferro Rodrigues
Eduardo Graça
Eduardo Mendes
Egas Salgueiro
Elisa Ferreira
Emília Pereira de Moura
Ermita Paisana
Ernesto Santos
Evelyn Doering
F
Fátima Picão
Faustino Ferreira
Fausto Cardoso
Fernando Figueiredo
Fernando Freire de Sousa
Fernando Pinto
Fernando Serrasqueiro
Filipa Allen
Filomena Aguilar
Filomena Araújo
Filomena de Sousa (Filó)
Francisca Cordovil
Francisca Moura
Francisco Camões
Francisco Conduto
Francisco Manuel Abrunhosa
Francisco Seixas da Costa
Francisco Soares
Francisco Sousa Dias
G
Gilda Cardoso
Gonçalo Ruivo
Guida Faria
H
Heitor Girão
Helder Morais
Helena Caniço
Hermínio da Silva Botelho
I
Inês Cordovil
Isabel Cordovil
Isabel Gaivão
Isabel Sarmento
Ivette Cavalheiro Dias
J
J. Cerieira de Figueiredo
João Amorim
João Batista
João Cordovil
João Cravinho
João Ernesto Fonseca
João Ferro Rodrigues
João Grade
João Martinho
João Mota
João Roseta
João Rosmaninho
João Trigo
João Wengorovius Meneses
Joaquim Mestre
Jorge Abegão
Jorge Conceição
Jorge Sampaio
Jorge Strecht Ribeiro
Jorge Taborda
Jorge Tavares e Sousa
Jorge Wemans
José Alberto Rigor Tavares
José António Vieira da Silva
José Carlos Albino
José Catela
José Dias
José Ferro Camacho
José Francisco de Almeida
José Galamba de Oliveira
José Gama
José Júlio Paisana
José Leite Pereira
José Luís Pio de Abreu
José Manuel de Almeida Martins da Silva
José Manuel Galvão Teles
José Manuel Silva
José Moniz da Cunha
José Moutinho
José Osório
José Pena do Amaral
José Pratas
José Reis
José Serrano Gordo
José Silvino Mendonça Zita
José Vilaça
Josiane Mil-Homens
Julieta Fernandes
Julieta Mateus
Júlio Pereira
L
Laura Boavida
Lena d'Almeida
Lénia Real
Leonor Belo
Luciano José Gago Mendonça
Luís Borges da Gama
Luís Cruz e Silva
Luís Ferro Meneses
Luís Filipe Castro Mendes
Luís Macara
Luís Martins
Luís Matias
Luís Miranda
Luís Moita
Luís Salgado Matos
Luís Trigo
Luisa Ivo
Luisa Pedroso de Lima
Luisa Simões
Luiza Allen
M
Madalena Figueiredo
Manuel Bandeira
Manuel Maria Ramos Graça
Manuel Pedroso de Lima
Manuel Pires
Manuel Raimundo
Manuel Sousa Pereira
Manuela Barreto Nunes
Manuela Lacerda
Marcolino Abrantes
Margarida Barahona
Margarida Figueiredo
Margarida Guimarães
Margarida Leão

Margarida Marcelino Marques
Margarida Ruivo
Margarida Santos
Margarida Santos Coelho
Margarida Vaz Pato
Maria Antónia Pedroso Lima
Maria do Carmo Pais
Maria do Carmo Peralta
Maria da Conceição Margalha
Maria do Rosário Pereira
Maria Eugénia Pires
Maria Fernanda Campos
Maria Gouveia Pereira
Maria João Pereira
Maria João Brito
Maria João Pereira
Maria João Sequeira
Maria José Cary
Maria Júlia Abrantes
Maria Júlia Rocha Marques
Maria Luís Rocha Pinto
Maria Luísa Silva
Maria Manuel Amaral (Mané)
Maria Manuel Neto
Maria Margarida Ramos
Maria Odete Bernardes
Maria Olímpia Duarte Fernandes (Pimpas)
Maria Paula Rodrigues
Maria Teresa Rocheta
Maria Virgínia de Sousa
Maria Vitória Duarte Gago
Mariana Dias
Mariana Trigo Pereira
Mariana Vieira da Silva
Marília Patriarca
Mário Trigo
Marta Wengorovius
Miguel Vieira da Silva
N
Natal Vaz
Nazaré Pimparel
Nuno Allen
Nuno Brederode Santos
Nuno Faria
Nuno Silva Miguel
O
Oscar Mascarenhas
P
Patrícia Carvalho
Paula Alegre
Paula Brito Pereira
Paula Myre Dôres
Paulo Braula Reis
Paulo Lains
Paulo Ruivo 
Paulo Trigo Pereira
Pedro Barahona
Pedro Félix
Pedro Lencastre
Pedro Rodrigues
Pedro Torres
R
Raquel Carvalho
Raquel Lopes
Raul Esteves
Raul Pinheiro Henriques
Ricardo Roseta
Rita Ferro Rodrigues
Rita Ganhão
Rita Wengorovius
Robin Fior
Rogério de Jesus
Rosa Valente
Rosário Ávila de Melo
Rosário Belmar da Costa
Rosário Gama
Rui Almeida
Rui Augusto da Silva Neves
Rui Estanco Junqueira Lopes
Rui Manaças
Rui Namorado
Rui Oliveira Santos
Rui Vieira Nery
S
Sara Amâncio
Sara da Conceição Calado Lopes Sá Fernandes
Sofia Aguilar Teixeira
Sofia Ganhão
T
Teresa Avelar
Teresa Jorge
Teresa Macara
Teresa Madureira
Teresa Trigo de Sousa
Teresa Vaz Pato
V
Valter Vinagre
Victor Esteves
Virgílio Ferreira
Virgílio Louro
Vítor Barros
Vitor Silva
Foto de Maria Antónia Pedroso de Lima
As nossas desculpas se alguém ficou por mencionar. Se tal aconteceu é só reclamarem.

sábado, 12 de novembro de 2011

Os nossos agradecimentos

a todos os que participaram no almoço e também àqueles que acabaram por não o poder fazer por motivos imponderáveis.
Desta vez os fotógrafos foram muitos.
Em breve informaremos o que deverão fazer às fotos, se estiverem interessados em enviá-las à Comissão de Recepção.
O balanço da iniciativa também será divulgado no blogue.
Por hoje é tudo. Estamos cansados mas seguros de que valeu a pena.
Um abraço da Comissão

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

O almoço/ convívio é já amanhã

1. DATA e HORÁRIO
12 de Novembro de 2011 (sábado)
Recepção a partir das 12h 30m.
Almoço a partir das 13h 30m.

2.LOCAL
Grande Restaurante - INATEL da Caparica
Av. Afonso de Albuquerque - S. João da Caparica
2825-450 Costa de Caparica

No final da via rápida de acesso à Costa da Caparica virar à direita no sentido da Trafaria. Na terceira rotunda virar à esquerda e depois à direita. Estão na entrada do parque de estacionamento.

3.PREÇOS
Até 4 anos : gratuito.
Dos 4 aos 8 anos : 10 €
Mais de 9 anos : 22 €
Para os retardatários que resolvam aparecer à última da hora agradecemos telefonem antes para o António Pais (91.863.92.57) para permitir o registo e que levem trocado para facilitar e agilizar o processo na entrada.

Até amanhã.

A Comissão de Recepção

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

CONVITE



ALMOÇO DE CONVÍVIO E CELEBRAÇÃO
12 DE NOVEMBRO DE 2011
30º ANIVERSÁRIO DO JANTAR DE EXTINÇÃO DO
MES(Movimento de Esquerda Socialista)

No dia 7 de Novembro de 1981 realizou-se um jantar/festa para celebrar o fim de um partido político. O MES (Movimento de Esquerda Socialista) colocava, por iniciativa própria, um ponto final na sua curta existência. Sem heróis nem mártires. Vimos agora convidar-vos para um convívio de celebração do 30º aniversário desse singular acontecimento.
Por entre discussões apaixonadas, divergências e desilusões, convicções e dissidências, no seio de uma revolução que incendiou a sociedade portuguesa, libertando-nos de uma longa tirania, fomos capazes de sobreviver e mantermo-nos cúmplices numa subtil fraternidade que perdura.
O MES foi constituído por um punhado de mulheres e homens, na sua maioria jovens, oriundos de duas ou três gerações de sonhadores, idealistas e libertários, aspirantes ingénuos à construção de uma sociedade, fraterna e solidária, da qual fossem erradicadas as injustiças.
Acreditamos que valeu a pena a Revolução do 25 de Abril de 1974, que nos legou a democracia e a liberdade, seja qual for a apreciação que façamos do presente e as dúvidas que nos atormentam acerca do futuro.
Achamos, no respeito pelo caminho individual e político que cada um de nós escolheu trilhar, que vale a pena honrar a memória do MES, e dos já desaparecidos pela lei da vida, colocando os momentos felizes que nele vivemos acima de qualquer recriminação ou sentimento de injustiça que todos os movimentos sociais e políticos, inevitavelmente, geram.
Não é o saudosismo que nos leva à evocação desta data, nem sequer a defesa de interesses ou regalias, de natureza material ou política, que nunca fizeram parte do património genético daqueles que abraçaram a causa do MES mas, tão-somente, afirmar a vida que só existe quando a memória se não perde e as ligações se não desvanecem.

12 DE NOVEMBRO DE 2011, SÁBADO, EM LOCAL E HORA A FIXAR, SEM PROTOCOLO, MAS COM ALMOÇO, SEM FORMALIDADE, MAS COM MEMÓRIA, JUNTEMO-NOS, EX-MILITANTES, ADERENTES E SIMPATIZANTES, FAÇAMO-NOS ACOMPANHAR POR QUEM MAIS AMAMOS E, EM PARTICULAR, PELA NOVA GERAÇÃO DE DESCENDENTES.

AS INSCRIÇÕES PODEM SER FEITAS AQUI: mes7nov@gmail.com e/ou antonio@in-interiorismo.com, INDICANDO NOME (ou NOMES), ENDEREÇO ELECTRÓNICO, Nº TELEMÓVEL E LOCAL DE RESIDÊNCIA.

Lisboa, 18 de Setembro de 2011

António Pais
Eduardo Graça
Filomena Aguilar
Helena Caniço
Inês Cordovil
(Comissão de Recepção)

Inscritos para o Almoço :

A
Abílio Hernandez
Adelaide de Jesus
Aires da Costa
Albano Varela e Silva
Alberto Martins
Alberto Valente
Alexandre Abrantes
Alexandre Barroso
Alexandre Pinto Monteiro

Álvaro Vilas
Américo Madeira Bárbara
Ana Alice Nobre
Ana Carla Grosso Santos
Ana Catarina Margalha Miranda
Ana Cordovil
Ana Fraga
Ana Margarida Meneses
Ana Maria Bagagem Grosso
Ana Mendonça
Ana Pato
Ana Pinho

Ana Pires
André Garrido
Ângela Maria Costa
António A. Costa
António Adérito Araújo
António Branco
António Cavalheiro Dias
António Curto
António Girão
António Goulão
António José Martins
António José Namorado
António Lello
António Luís Neto
António Marques
António Pinto Pereira
António Pais
António Robalo
António Romão
António Santos Júnior
António Silva
Artur Lami
B
Bela Pereira Martins
Bruno Abrantes
C
Carla Abrantes
Carlos Figueiredo
Carlos Fragateiro
Carlos Gordo
Carlos Gouveia Pinto (Cagé)
Carlos Vargas
Carolina Feilman Quina
Catarina Clemente
Catarina Roseta
Clara Matos Silva
Clara Pires
Conceição Martins
Constantino Ferreira
Cristina Ganhão
D
Diogo Ramalheira
Diomar Santos
Dionísia Martins
Duarte Vilar
Dulce Bouça
E
Edilberto Moço
Edmundo Martinho
Eduardo Allen
Eduardo Ferro Rodrigues
Eduardo Graça
Eduardo Mendes
Egas Salgueiro
Elisa Ferreira
Emília Pereira de Moura
Ernesto Santos
Evelyn Doering
F
Fátima Picão
Faustino Ferreira
Fausto Cardoso
Fernando Figueiredo
Fernando Freire de Sousa
Fernando Pinto
Fernando Ribeiro Mendes
Fernando Serrasqueiro
Filipa Allen
Filomena Aguilar
Filomena Araújo
Filomena de Sousa (Filó)
Francisca Moura
Francisca Santos
Francisco Camões
Francisco Conduto
Francisco Manuel Abrunhosa
Francisco Seixas da Costa
Francisco Soares
Francisco Sousa Dias
G
Gilda Cardoso
Glória Macedo
Gonçalo Ruivo
Graça Pinto Basto
Guida Faria
H
Heitor Girão
Helder Gonçalves
Helder Morais
Helena Caniço
Hermínio da Silva Botelho
I
Inês Cordovil
Isabel Cordovil
Isabel Gaivão
Isabel Sarmento
Ivette Cavalheiro Dias
J
Jerónimo Franco
João Amorim
João Batista
João Cordovil
João Cravinho
João Ernesto Fonseca
João Ferro Rodrigues
João Grade
João Mário Anjos
João Martinho
João Mota
João Rocha
João Roseta
João Rosmaninho
João Trigo
João Wengorovius Meneses
Joaquim Banha
Joaquim José Tavares Vicente Pinto
Joaquim Mestre
Joaquim Russinho
Jorge Abegão
Jorge Conceição
Jorge Strecht Ribeiro
Jorge Taborda
Jorge Tavares e Sousa
Jorge Wemans
José Alberto Rigor Tavares
José António Vieira da Silva
José Cândido Rodrigues
José Carlos Albino
José Catela
José Dias
José Ferreira Martins
José Francisco de Almeida
José Galamba de Oliveira
José Gama
José Júlio Paisana
José Leite Pereira
José Luís Pio de Abreu
José Manuel Silva
José Moniz da Cunha
José Moutinho
José Osório
José Pena do Amaral
José Pratas
José Reis
José Serrano Gordo
José Silvino Mendonça Zita
José Vilaça
Josiane Mil-homens
Júlia Rocha
Julieta Fernandes
Julieta Mateus
Júlio Gomes Pereira
L
Laura Boavida
Lena d'Almeida
Lénia Real
Leonor Anjos
Leonor Belo
Luciano José Gago Mendonça
Luís Borges da Gama
Luís Cruz e Silva
Luís Ferro Meneses
Luís Filipe Castro Mendes
Luís Macara
Luís Martins
Luís Miranda
Luís Moita
Luís Salgado Matos
Luís Trigo
Luisa Ivo
Luisa Braula Reis
Luisa Pedroso de Lima
Luisa Simões
Luísa Teotónio Pereira
Luiza Allen
M
Madalena Figueiredo
Manuel Bandeira
Manuel Luis Brito
Manuel Maria Ramos Graça
Manuel Pedroso de Lima
Manuel Pires
Manuel Raimundo
Manuel Sousa Pereira
Manuel Vitorino
Manuela Barreto Nunes
Manuela Lacerda
Manuela Carvalheiro
Marcelo Correia Ribeiro
Marcolino Abrantes
Margarida Barahona
Margarida Figueiredo
Margarida Guimarães
Margarida Leão

Margarida Marcelino Marques
Margarida Ruivo
Margarida Santos
Margarida Vaz Pato
Maria Alice Gomes Pereira
Maria Antónia Pedroso Lima
Maria do Carmo Pais
Maria do Carmo Peralta
Maria da Conceição Margalha
Maria do Rosário Pereira
Maria Emília Conceição
Maria Fernanda Campos
Maria Gouveia Pereira
Maria João Brito
Maria João Pereira
Maria José Dionísio
Maria Júlia Abrantes
Maria Júlia Rocha Marques
Maria Luís Rocha Pinto
Maria Luísa Silva
Maria Manuel Amaral (Mané)
Maria Manuel Neto
Maria Margarida Ramos
Maria Odete Bernardes
Maria Olímpia Duarte Fernandes (Pimpas)
Maria Virgínia de Sousa
Maria Vitória Duarte Gago
Mariana Dias
Mariana Trigo Pereira
Mariana Vieira da Silva
Marília Patriarca
Mário Trigo
Marta Wengorovius
N
Natal Vaz
Nazaré Pimparel
Nuno Allen
Nuno Brederode Santos
Nuno Faria
Nuno Silva Miguel
O
Oscar Mascarenhas
P
Patrícia Carvalho
Paula Alegre
Paula Brito Pereira
Paula Myre Dôres
Paulo Braula Reis
Paulo Ribeiro Simões
Paulo Ruivo 
Paulo Trigo Pereira
Pedro Barahona
Pedro Félix
Pedro Lara
Pedro Lencastre
Pedro Rodrigues
Pedro Pais
Pedro Torres
R
Raquel Carvalho
Raquel Lopes
Raul Esteves
Raul Pinheiro Henriques
Ricardo Roseta
Rita Ferro Rodrigues
Rita Ganhão
Rita Wengorovius
Robin Fior
Rogério de Jesus
Rosa Valente
Rosário Ávila de Melo
Rosário Belmar da Costa
Rosário Gama
Ruben Vieira
Rui Augusto da Silva Neves
Rui Manaças
Rui Namorado
Rui Neves
Rui Oliveira Santos
Rui Santos
Rui Vieira Nery
S
Sara Amâncio
Sara de Sousa Vogt
Sofia Aguilar Teixeira
Sofia Ganhão
T
Teresa Avelar
Teresa Etur
Teresa Jorge
Teresa Macara
Teresa Madureira
Teresa Trigo de Sousa
Teresa Vaz Pato
V
Valter Vinagre
Victor Esteves
Virgílio Louro
Vítor Barros
Vitor Silva

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Espólio é :

ter os 38 números do Esquerda Socialista, os 76 do Poder Popular  e mais os 7 números especiais do Poder Popular publicados durante a campanha eleitoral para a Constituinte de 1975.
Vai-me custar, mas vou entregá-los durante o almoço como pedido aqui para ficarem em boas mãos.
De certeza que muitos dos quase 300 inscritos terão em casa documentos semelhantes, tragam-nos convosco.

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

O jantar de 7 Novembro 1981 ( II )

Faz hoje exactamente 30 anos que jantámos para celebrar o fim do Movimento de Esquerda Socialista. Foi num sábado, em Lisboa, no antigo Mercado do Povo.
Alguns perguntarão o porquê das fotos serem quase sempre as mesmas. Em 1981 ainda não sonhavamos com a fotografia digital. Eu levei a minha máquina por mero divertimento e para registar um acontecimento único. Não me lembro que outros tenham feito o mesmo.
Mas agora que a Comissão de Recepção decidiu lançar o projecto "Espólio do Movimento de Esquerda Socialista (MES) ainda vivo" convidamos todos os que tenham fotografias da actividade política do MES que pensem em digitalizá-las e entregá-las no almoço de dia 12 de Novembro. Haverá um local para o fazerem.
Clicar nas fotos para ampliar.
Até dia 12 de Novembro.


domingo, 6 de novembro de 2011

O jantar de 7 de Novembro 1981 ( I )

Há 30 anos foi assim. No Mercado do Povo em Lisboa.
Fotos minhas digitalizadas. Clicar para ampliar.

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

O projecto "Espólio ainda vivo do MES"

O almoço/convívio do próximo dia 12 não é uma reunião de resistentes nem de desistentes. É um encontro de confraternização entre cidadãos de parte inteira que assumem o passado e as vicissitudes do seu percurso de intervenção política em todas as suas facetas. É, pois, natural que se preocupem com as marcas dessa intervenção nos seus mais diversos suportes.
Sabemos da importância da memória, e da sua preservação, na vida dos povos. Daí que este almoço/convívio contenha um projecto de recolha de espólio pois muitos de nós são depositários de inúmeras peças que podem ser mais úteis aos investigadores do que aos nossos sótãos. Há quem investigue e  há colecções incompletas em depósitos oficiais.